Análise JEB,Costinha e Paulo Sérgio.

Sporting 2010/2011


JEB: Apesar de ser reconhecidamente um fervoroso adepto de Sporting, parece-me não ter capacidade suficiente para ombrear com os Presidentes dos nossos rivais, a falta de dinheiro nada tem a ver com a falta de atitude que ele tem demonstrado, nomeadamente nas alianças que tem tentado fazer com o Pinto da Costa que soam mais a submissão que outra coisa.
Não me parece que tenha conhecimento suficiente para recuperar a capacidade financeira que o clube teve outrora e, reconhecendo isso mesmo, a meu ver, só tem duas soluções: 1ª Tenta encontrar aliados (no universo Sporting) que o ajudem a desempenhar esta tarefa; 2ª Assume que não nasceu para isto e põe o lugar à disposição.
Acho que não se deve criticar infundadamente, e que não se deve por em causa a sua vontade em ajudar o clube, no entanto, penso que esta época terá uma última oportunidade para mostrar se é capaz ou não (espero que ao menos o deixem tentar esta época).

Costinha: Sinceramente esperava mais do Costinha, esperava uma atitude mais activa (dizer que desconhece situações contratuais dos jogadores, como o fez quando o questionaram pelo pagamento do Evaldo é no mínimo preocupante). Também espero que não deixe arrastar casos como o de Caneira, Pedro Silva e outros que vão ser dispensados, pois acho que é aqui que terá de mostrar que é realmente uma mais-valia para o clube.
Acho que devia também de tomar uma atitude com o caso do Stoi, ou mostra que ele não conta para a equipa ou então integra-o de uma vez por todas (o que eu espero que aconteça).
A sua intervenção no mercado até está a correr bem (estou a gostar bastante das contratações), mas deve acelerar mais os processos, pois esta demora nas contratações e nas vendas impede o treinador de preparar o grupo como deve ser.
Penso também que deve repensar a ideia de empréstimos (ao invés de contratações reais), a não ser que sejam empréstimos semelhantes ao de Rochemback, ou seja, empréstimos de longa duração (2/3 anos), em que o clube de origem assegura parte substancial dos ordenados e em que fica acordado um valor para o Sporting no caso da valorização do jogador resultar numa venda dos seus direitos desportivos.  
Paulo Sérgio: Para mim esta foi uma boa aposta, já se notam algumas melhorias na equipa, principalmente ao nível de atitude que era o que faltava, porque a qualidade dos jogadores está lá.
Os atrasos nas contratações têm-no impedido de trabalhar como certamente quereria, mas tem sabido gerir isso (por exemplo não se vislumbraram grandes diferenças nos índices físicos dos mundialistas). Penso que ele já não terá grandes dúvidas quanto ao onze base e espero que na próxima digressão ele demonstre isso mesmo.

Sporting Sempre
Artigo por: Moreno



Comentários

Anónimo disse…
Cambada de hipócritas!!!~

tudo pra rua!!!!!!!!

jn
Anónimo disse…
Temos que lhes dar o beneficio da duvida!!

Bom post!

Miguel