Pós-Jogo : Paços de Ferreira 1 - 0 Sporting


Não podia ter começado pior a Liga 2010/2011. Depois de uma primeira parte em que podia ter resolvido o jogo (ao intervalo podia estar 3-0), com oportunidades perdidas, principalmente por Liedson e Postiga, o Sporting sofreu uma derrota inesperada (antes do jogo). Na verdade, gostei da primeira parte. Futebol rápido, aberto e com grande entrosamento dos laterais. Faltou o golo. E se faltou. Na segunda parte o Paços assumiu o jogo, e, sem surpresa acabou por marcar golo. Sim, sem surpresa. Antes do golo também já o podia ter feito, não fosse Rui Patrício e Nuno André Coelho a evitar o perigo. Uma derrota na primeira jornada é muito mau. Chega da conversa do “Há que levantar a cabeça” e “vamos trabalhar durante a semana para ganhar o próximo jogo”! Queremos um clube sem desculpas, sempre a controlar e a ganhar!

Gostei:

- Rui Patricio e Nuno André Coelho foram os melhores elementos do Sporting. Ambos cortaram o perigo muitas vezes, sendo que no golo NAC acompanhou o jogador do Paços e Polga ficou a olhar para a bola. Patricio não tinha hipóteses;

- Na primeira parte, os laterais subiram bem e envolveram-se com frequência no ataque, criando desequilíbrios na defesa contrária;

- Matias provou que é a médio-ofensivo que joga melhor, na ala-direita o seu trabalho nunca foi grande coisa.

Não Gostei:

- Paulo Sérgio teve três esquemas tácticos durante a partida: 4x4x2, 4x3x3 e 4x1x3x2. Tudo isto acaba por desequilibrar a equipa, penso que Paulo Sérgio foi um dos principais responsáveis pela derrota. Carriço vinha de uma longa viagem da Lituânia e jogou a médio-centro quando havia André Santos e Zapater no banco. Muita coisa a repensar;

- Valdés esteve irreconhecível. Sem alma, sem velocidade. Com esta atitude passará grande parte da época ao lado de Paulo Sérgio, no banco claro está;

- Yannick, Saleiro e Vukcevic entraram muito mal na partida. O primeiro errou passes e não conseguiu fazer um domínio decente, o segundo falhou um golo de baliza aberta e o terceiro agarrou-se demasiado à bola;

- O problema principal deste jogo foi a finalização. Como já referi o Sporting podia ter ido para o intervalo com uma margem confortável de três ou mais golos. Falta um matador, um jogador à Jardel. Liedson provou que já não pode ser a referência atacante…


Procura-se avançado possante e extremo explosivo. Se estiver interessado contacte Costinha…


Comentários

Anónimo disse…
Não concordo nada, NAC não vale um chavo. Que venha o Chicão em Dezembro a ver se ganhamos alguma coisa.. A Defesa é mesmo fraquinha, então com ele a inventar metendo o carriço no meio-campo.. não se vai la não.
TIUI disse…
NAC é culpado em quase todas as ocasiões de golo do Paços! A culpa foi dele e de quem o meteu a jogar!
Anónimo disse…
avançado : ROQUE SANTA CRUZ 1.89m 29anos