Candidatos?


Rogério alves

Na pole position

Parece ser de momento quem está mais bem posicionado para suceder a José Eduardo Bettencourt. O antigo bastonário da Ordem dos Advogados e ex-presidente da Assembleia Geral do clube já encetou movimentações para aferir das condições para uma eventual candidatura e, em círculos próximos, demonstra-se mais disponível para avançar do que há cerca de dois anos, quando se travava da sucessão a Soares Franco. O "sim" depende, porém, do apoio dos bancos parceiros e... credores.


Godinho Lopes

Silêncio absoluto

O ex-dirigente foi dos primeiros a reagir, em privado, ao insucesso da gestão desportiva de José Eduardo Bettencourt. Há já alguns meses, Godinho Lopes encetou contactos e foi alvo de alguma pressão, de pessoas que lhe são próximas, no sentido de ponderar uma eventual candidatura. Sem negar as conversas, esclareceu então que não era o momento ideal para avançar. Agora, noutro contexto, pode ver-se como solução, mas para já mantém silêncio absoluto sobre esta matéria.


Pedro Souto

Na expectaiva

Pedro Souto foi a surpresa da última campanha eleitoral, apresentando-se como pré-candidato à presidência do clube, mas acabou por abandonar a corrida dizendo-se traído por José Eduardo Bettencourt, sendo crítico da sua gestão desde os primeiros dias. Agora, o empresário recusa tomar posição, preferindo aguardar pelo anúncio oficial da solução que deverá sair, hoje, da reunião plenária dos órgãos sociais do emblema verde e branco. Está em reflexão, mas não nega possibilidade de avançar.


Abrantes Mendes

Janela aberta

Sérgio Abrantes Mendes é há muito um dos rostos da oposição à linha que tem presidido aos destinos do Sporting. O juiz que presidiu à Mesa da Assembleia Geral no tempo da liderança de Jorge Gonçalves já foi candidato, derrotado então por Filipe Soares Franco, e, ontem, quando confrontado com o momento do clube, não pôs de lado a hipótese de voltar a avançar, mostrando-se disponível para ajudar. Para ele, muita coisa terá de mudar em Alvalade - e este pode ser o momento.


Rui Silva

Espera... orgulhoso

Um novo elemento numa equação sempre complicada, o ainda presidente do Trofense - termina mandato no final do corrente mês - é um sportinguista confesso que está a ser sondado por vários círculos nortenhos como séria possibilidade para suceder a José Eduardo Bettencourt na presidência do emblema verde e branco. Orgulhoso pelo apoio recebido, tem a seu favor a experiência no futebol e o sucesso alcançado na Trofa, ficando, porém, por saber qual a sua notoriedade a nível nacional.


João Rocha

Muito pressionado

Filho do antigo presidente do mesmo nome, João Rocha, fundador da Juventude Leonina e sócio apaixonado, tem sido muito pressionado a construir um projecto para a liderança do Sporting - um movimento dedicado à sua candidatura criado na rede social Facebook tem já cinco mil apoiantes -, mas faz depender a aposta da existência de condições financeiras para gerir o emblema do seu coração. De momento, parece improvável que se decida por avançar, apesar de a questão estar em aberto.


IN:www.ojogo.pt

Comentários

coelhone disse…
oportunidade ideal para eleger...

ANTÓNIO SALVADOR!!!