Augusto Inácio rescinde com o Leixões


Desde o inicio deste blog, aconselhei Augusto Inácio, e é incrivel como é tão desvalorizado este treinador em Portugal, foi campeão pelo Sporting e foi despedido de uma maneira algo estranha que ainda não consegui perceber, fez várias coisas de boas em vários clubes mas nunca saíu da "cepa torta", mais recentemente, na Liga Portuguesa e mais concretamente na Naval 1º de Maio, conseguiu o ano passado a melhor classificação de sempre da equipa, acabando por não renovar e por sair do clube, e acabou por ir treinar o Leixões que tinha descido de divisão nessa mesma época, com uma equipa mediocre, por falar em mediocre, vejamos o plantel da Naval que este ano se encontra na zona de despromoção, numa posição mediocre se compararmos com o ano passado, será que a equipa mudou assim tanto?
É português,  conhecedor do Sporting, sabe a realidade do clube, já foi campeão pela equipa leonina, como treinador principal seria anos luz melhor que Paulo Sérgio actual treinador, mas gostaria ainda mais de vê-lo como adjunto do Sporting pois assim poderiamos ainda contratar um grande treinador preferencialmente estrangeiro e aliá-lo com este senhor seria muito bom, tendo em conta que o SCP é o seu clube do coração quem sabe não aceitaria ser adjunto num clube onde atinjiu o auge da sua carreira, como sei que isto não vai acontecer, aqui fica a sugestão

Tanto Augusto Inácio e Manuel Fernandes seriam adjuntos de "elite" para o Sporting, mas para isso é preciso que haja alguém conhecedor de futebol na presidência, esperemos até lá...

Comentários

Inácio, como treinador principal, foi campeão. Não foi um qualquer campeão, com uma qualquer super equipa, foi campeão com uma equipa inferior à dos rivais, nomeadamente o Porto. Não sendo propriamente novo, seria ofensivo propor-lhe o cargo de treinador adjunto. A não ser que estejamos a ponderar contratar um treinador como o Trappatoni - um verdadeiro dinossauro do futebol, um homem com décadas de experiência. Não só o Trapattoni, atenção, mas qualquer um que preencha os anteriores critérios.

Em relação ao Manuel Fernandes, considero que existem diferenças entre este e Inácio. Manuel Fernandes é uma espécie de bombeiro, é chamado a apagar fogos de vem em quando.

Para concluir, eu não me importava de ver qualquer um dos dois no banco, mas não me parece correcto defender tal.

Por outro lado, considero indispensável a colocação de um homem da casa ao lado do treinador. Oceano, Venâncio, quem sabe. Oceano parece-me o melhor nome: personalidade forte, Sportinguismo comprovado, história no clube, entre outras características que aprecio.
Anónimo disse…
Adjuntos???De quem??? E porquê???
Qualquer dos dois a principal JÁ!!!!! Rictemple