Oceano e Van Der Gaag com Van Basten


Além de Van Basten, a equipa técnica de Bruno de Carvalho será integrada por Oceano Cruz, que já desempenha as funções nesta altura mas sob o comando técnico de José Couceiro, e por Van der Gaag, que se notabilizou no futebol luso pela carreira que o ligou ao Marítimo como defesa-central e onde também se iniciou como treinador. Holandês, Van der Gaag foi considerado o elemento ideal para ajudar à adaptação de Van Basten ao futebol português.

Além destes dois elementos, há ainda lugar para um treinador de guarda-redes, que está escolhido mas ainda não foi anunciado, e também um preparador físico. Este, pelo que foi possível saber, será um elemento de renome, com cartas dadas no meio, e deverá vir com Marco Van Basten para Lisboa, adiantou o jornal ABOLA.
O que acham de Oceano e Van Der Gaag?

Comentários

António Araújo disse…
Excelente escolha!!

Van der Gaag para ajudar na sua adaptação ao futebol português e para lhe ensinar umas palavrinhas em português e talvez traduzir algumas coisas para os jogadores e, claro, Oceano para lhe transmitir o que é o Sporting e por ser alguém com história no nosso clube.

Carrega Bruno!
Luis disse…
Bem jogado! um com o selo do SCP, outro como ponte entre as culturas de futebol holandesa e portuguesa e ambos conhecedores do futebol nacional. Parece-me uma boa aposta no auxílio ao VanBasten.
Gonçalo Correia disse…
A serem confirmadas, são óptimas escolhas. Van Basten será o líder da equipa técnica, com um conhecimento profundo da formação, do futebol espectáculo e do aproveitamento das mais-valias dos clubes. Van der Gaag fará a ponte entre Van Basten e jogadores e restantes adjuntos portugueses. Já jogou na Liga Portuguesa, já treinou na Liga nacional. É jovem e, tendo sido um defesa enquanto jogador, parece-me ainda mais interessante. Conhece a realidade holandesa e a realidade portuguesa. Oceano conhece a realidade do Sporting, da formação em Portugal e é um símbolo do clube, para todos os jogadores que estejam no plantel poderá ser uma inspiração. Muito bom. Agora, falta o preparador-físico (convinha que fosse, de facto, muito bom).