Oportunidades de negócio

Estamos a cerca de uma semana do fecho do mercado de transferências, e, depois de ter contratado catorze jogadores, Carlos Freitas tem estado em contacto com vários agentes de forma a encontrar uma boa ocasião de negócio, que seguirá o modelo qualidade/preço. O plantel do Sporting já está fechado, mas tal como podem entrar mais jogadores, a porta de saída também pode ser o caminho de alguns elementos do plantel principal, sendo o exemplo mais flagrante Yannick, que todos os anos é dado como certo em Inglaterra mas vai ficando. É verdade que a disponibilidade financeira já não é a mesma da que existia em Julho, mas, tendo em conta as dispensa já efectuadas, e consequentemente a poupança nos ordenados, a entrada de algum jogador é um cenário bem possível. Desta forma, e com o contributo dos rapazes do Visão de Mercado, o Mercado Leonino apresenta de seguida uma lista de jogadores que podem chegar a Alvalade com o passe na mão, ou seja, encontram-se sem clube. O custo zero é um mito, porque os prémios de assinatura por vezes sobrepõem-se ao verdadeiro valor do jogador (por exemplo Maniche). Assim, a lista apresentada vai de encontro às posições que, na nossa opinião, urgem ser reforçadas, de forma a podermos lutar pelo título já este ano:

DEFESA-CENTRAL

Sol Campbell (36 anos, 1,89 m, 88 kg – ex. Newcastle) – O internacional inglês, depois de em toda a sua carreira ter competido em Inglaterra, está neste momento a analisar a hipótese de terminar a carreira noutro país que não o seu. Algum clube das Arábias poderá ser o seu destino, mas a sua imponência física e experiencia internacional podiam ser úteis ao plantel do Sporting. Não tendo a mesma rapidez de outrora, tem um sentido posicional ao nível dos melhores centrais do mundo.

DEFESA-ESQUERDO

Thimothée Atouba (29 anos, 1,90 m, 79 kg – ex. Ajax) – Depois de um inicio de carreira prometedor, o camaronês não soube responder às exigências do futebol de top europeu (inglês e alemão). Contudo, Atouba é um jogador regular, conseguindo mesmo fazer uma época sem interrupções e sempre ao mesmo nível. Não sendo um “Bale”, incorpora facilmente as monobras atacantes da sua equipa

Pascal Chimbonda (32 anos, 1,82 m, 75 kg – ex. Blackburn) – O francês teve uma carreira em crescendo, sendo que em apenas três anos passou da segunda liga francesa para uma equipa da principal liga inglesa (Wigan). Os seus bons desempenhos não passaram despercebidos aos técnicos do Tottenham, onde mostrou todo o seu talento. É um jogador com uma tremenda facilidade em subir no terreno, seja pelo flanco esquerdo ou direito (também pode jogar a defesa-direito). Na minha opinião, uma contratação prioritária tendo em conta as opções actuais do plantel leonino.

MÉDIO-DEFENSIVO

Mahamadou Diarra (30 anos, 1,86 m, 80 kg – ex. Real Madrid) – Terminado o contrato que o ligava ao clube madrileno, o internacional maliano encontra-se nesta altura a analisar propostas de vários países. Sendo um jogador com nome, o ordenado que aufere não será nada baixo, mas, tendo em conta o futuro da sua carreira, algum dia terá de reduzir o ordenado. Diarra podia por fim a uma das lacunas que identifico no nosso meio-campo, a falta de estatura. Além disso, Rinaudo não tem um concorrente directo, e, caso se lesione, Domingos terá de proceder a alguma adaptação.

Ivan Ergic (30 anos, 1,85 m, 84 kg – ex. Bursaspor) – O Bursaspor realizou uma campanha incrível na Champions, e um dos principais obreiros do feito foi o sérvio Ergic. Tal como Diarra, é um jogador que poderá acrescentar centímetros ao meio campo do Sporting. Além de ter sido o motor do funcionamento táctico da turma turca, o sérvio é um jogador com especial apetência para marcar golos, sendo que na temporada transacta facturou por cinco vezes.

EXTREMO-ESQUERDO

Vicente (30 anos, 1,75 m, 72 kg – ex. Valência) – Formado nas escolas do Valência, o espanhol tomou a decisão de este ano abandonar o clube que o formou, assumindo a vontade de experimentar outros campeonatos. No plantel actual contamos com Yannick, Carrillo, Capel, Jeffren e Izmailov (embora acho que o russo a 10 seja melhor aproveitado), estando portanto todas as vagas preenchidas. Contudo, e como já foi referido, se Yannick sair a contratação do extremo espanhol poderá ser uma opção a ter em conta.

AVANÇADO

Trezeguet (33 anos, 1,86 m, 78 kg – ex. Hércules) – Atingiu a glória em Itália, ao serviço da Juventus, mas foi perdendo espaço na Velha Senhora à medida que as épocas iam passando. Não assinou pelo Sporting no Verão passado por 100 mil euros, acabando por se juntar ao Hércules, clube que acabou por descer de divisão. Mesmo assim, as suas características mantêm-se intocáveis, acabando a época com 12 golos marcados. Um jogador que podia trazer muito ao Sporting, não só a nível desportivo, como a nível pessoal, ensinado os jovens Rubio e Wolfwinkel. Além disso, Acosta chegou a Alvalade com 32 anos, e ainda fez os estragos que se puderam ver…

Nihat (31 anos, 1,75 m, 71 kg – ex. Besiktas) – Após uma acesa discussão com Ricardo Quaresma, Nihat prometeu nunca mais vestir a camisola do Besiktas, acabando este processo em rescisão contratual com o internacional turco. Um goleador por Natureza, é raro vê-lo desperdiçar alguma oportunidade. Tal como Trezeguet, podia reeditar o efeito Acosta.

Comentários

Bruno disse…
A lista é de qualidade mas com jogadores muito velhos e alguns deles como o Diarra e o Trezeguet, têm salários altissimos.
O Danilo dos sub-20 era uma excelente contratação e com um valor de mercado acessivel, pelo menos por agora.
Vasco99 disse…
so velhos!!!