Algum deles está em vantagem na luta pelo(s) lugar(es)?


Com a saída do habitual titular do ataque leonino, Hélder Postiga, e com o fecho do mercado de transferências, o Sporting encontra-se agora com estas três opções para a vaga ou as vagas de ponta-de-lança, dependendo do sistema táctico utilizado.

Numa análise às aquisições feitas pelo Sporting para o ataque fica claramente a faltar o tão falado “matador”, que só pelo nome já assusta os adversários. Porém, eu acho que as hipóteses que temos agora, com algum trabalho e adaptação ao futebol português, têm tudo para se tornarem “matadores”. Numa análise rápida aos três jogadores, vamos ver o perfil de cada um:

  • Valeri Bojinov, 25 anos, 1m80
O jogador búlgaro custou ao Sporting 2,6 milhões de € por 80% do passe, algo impensável há 7-10 anos atrás, pois, com apenas 15 anos de idade Bojinov foi o jogador mais novo de sempre a actuar na Série A, desta feita ao seviço do Lecce. Apesar de não ter vingado ao serviço do Parma, o avançado conta com passagens pela Fiorentina, Manchester City e Juventus no seu historial, amaldiçoadas por graves lesões que também o poderão afectar em Alvalade. Bojinov é uma referência na área adversária, destacando-se pela sua imponência física (apesar de não ser muito alto, é um avançado forte) e, dos três, é sem dúvida aquele que tem mais experiência ao nível do futebol profissional.

  • Ricky van Wolfswinkel, 22 anos, 1m86
Tal como Bojinov, van Wolfswinkel pouco se mostrou para os adeptos leoninos mas tudo aponta para que esteja no ínicio de uma grande carreira, isto porque, os 23 golos apontados na época passada ao serviço do FC Utrecht, um outsider do campeonato holandês, valeram-lhe uma chamada à selecção A da ‘laranja mecânica’ e uma transferência na ordem dos 5,4 milhões de € para o Sporting. O número ‘9’ verde-e-branco é apontado por muitos como o novo Huntelaar, mas com certeza que não será fácil a adaptação para um jovem de 22 anos a um novo país e a um novo estilo de jogo e a impaciência dos adeptos se Ricky não marcar golos, não o ajudará a crescer enquanto jogador.

  • Diego Rubio, 18 anos, 1m78
Apesar de ser o mais jovem dos três jogadores, foi aquele que se mostrou mais durante a esta pré-temporada, com nada mais que 8 golos marcados. Rubio talvez fosse aquele jogador que os adeptos esperariam ver “explodir” mais tarde por se tratar de um jovem de apenas 18 anos, mas desde muito cedo o chileno contrariou isso e provou que está no plantel para lutar por um lugar. Com toda a sua raça e sentido de oportunidade vejo neste miúdo uma futura mais-valia do plantel do Sporting, que chegou a Alvalade por apenas 1 milhão de €. Ainda com idade de júnior e com uma enorme margem de progressão, Diego Rubio é já internacional A pelo Chile e chegou ao Sporting com apenas 11 jogos como sénior.

Nota: Não esquecer também André Carrillo que pode actuar como 2º avançado e mostrou bons pormenores nos jogos que realizou.

Comentários

Tiagomfc disse…
eu aposto no Bojinov para primeira opção e no Rubio como segunda.

SL
Anónimo disse…
ricky a titular ja!

e o unico que tem provas dadas de golos
patanisca disse…
Para mim, proximo jogo seria de iniciar com RVW e Bojinov. Pessoalmente não gosto de ver qualquer que seja a equipa a jogar apenas com um gajo plantado lá na frente.

Não colocaria o Carrillo porque seria útil para uma extrema qualquer no caso de lesão ou quebra de rendimento do Capel ou Jeffren
Anónimo disse…
Bojinov será muito útil para jogar com um PL.

Em relação aos outros são boas valias no futuro.