André Martins, talento e desperdício

Os últimos jogos da selecção sub-21 abriram-me o apetite quando ao aproveitamento dos jogadores que temos emprestados. Nestes dois jogos estiverem em campo Cedric, Pedro Mendes, Nuno Reis, André Martins, Wilson Eduardo (marcou um golo) e Diogo Rosado, sendo que todos eles rubricaram exibições positivas. Mas, como em tudo, à que dar mérito a quem o merece, e a verdade é que foi o jovem André Martins aquele que, na minha opinião, fez melhores exibições e mostrou ser uma aposta válida para o plantel principal (aliás, destes todos é o único que já lá está).

À primeira vista reparamos num rapaz franzino, com aspecto de miúdo do secundário. Puro engano. Naqueles 1,69 de altura e 62 de peso está concentrado um enorme talento, ao nível daqueles que já saíram da nossa academia. Já foi comparado a João Moutinho, inevitavelmente pelo tamanho, mas principalmente pela forma como trata a bola. Não é um primor a defender, mas por isso mesmo existe a posição de médio-ofensivo. Tanto cai na linha a fazer uma triangulação com o lateral (entende-se às mil maravilhas com Cedric), tanto está em zona de finalização à espera de uma oportunidade. Coloca a bola onde quer, sendo um excelente executante de bolas paradas.

Faz este ano parte do plantel, depois de ter passado por Belenenses e Pinhalnovense. É uma pena estar tapado, sem poder jogar, sendo mesmo quase uma “não opção” para Domingos. Tal como todos os jovens anteriormente mencionados, penso que devia ter sido emprestado, por exemplo, à União de Leiria. Mas quem diz Leiria diz Beira-Mar ou Paços de Ferreira, o necessário era encontrar um clube em que o André pudesse ganhar minutos e ritmo, e com isso experiência. Está aqui um diamante, resta saber se existe mãos para o moldar…

Comentários

MFM disse…
Concordo com o que diz em relação ás qualidades, agora quanto a emprestar ficam duvidas.

O ano passado esteve emprestado e no Belenenses quase não foi utilizado, indo depois parar á segunda B.

Emprestar sim mas a um treinador que só pelo rapaz não ter mais cms não joga, não.

Nesse caso será preferivel treinar diariamente com jogadores de mais qualidade.

SL
SPORTING SEMPRE
patanisca disse…
Concordo plenamente. Este e qualquer outro jogador da mesma idade e grau de desenvolvimento desportivo necessita de jogos e não apenas de treino.

Precisa de jogar e de jogar cá em Portugal. Para mim era emprestado a uma qualquer das referidas equipas ou outra em que a estrutura técnica e o próprio plantel lhe permitissem continuar a crescer como jogador.
paulo rico disse…
concordo em tudo mas lembro, de forma surpreendente, que na epoca passada pouco jogou no Belenenses (de onde foi dispensado) e no Pinhalnovense. É estranho! E uma pena se ficar uma época sem jogar!
Manaca disse…
Ele não jogou no belenenses porque a Liga orangina, apesar de competitiva, é só caceteiros, e para um tecnicista, de baixa estatura em que os arbitros só apitam quando há pernas partidas não abona muito ao estilo do A. Martins.

Tenho mesmo um desejo que as equipas B possam estar na orangina, e que o sporting forme uma equipa ex-junior de grande qualidade para fornecer ao plantel principal algumas joias....