Oftalmologista precisa-se

«O FC Paços de Ferreira saiu esta noite derrotado, de forma inglória, ante o Sporting CP em jogo que esteve a vencer por 2-0. A expulsão muito forçada de Nuno Santos a 20 minutos do final do encontro determinou a reviravolta no marcador, permitindo que a equipa leonina vencesse por 3-2.»

Quando mostrar um amarelo por uma entrada por trás, num lance onde Rubio seguia já para dentro da área do Paços, é considerado muito forçado, que dizer da entrada de Luíz Carlos sobre Rinaudo que até rompeu o “meião” ao argentino?

«O Paços entrou no jogo praticamente a ganhar, pois aos 4 minutos o árbitro assinalou um livre indirecto na área leonina, que Michel acabou por transformar de forma superior em golo.»

Então nem uma referência a este polémico lance? Quem lê isto pena que o livre não deixou dúvidas nenhumas, quando na verdade foi uma decisão completamente parva do árbitro. À, já agora, antes do golo de Izmailov reparem que no cruzamento do Rubio, o chileno pede penalty por suposta mão na bola do jogador do Paços. Não existe uma repetição que ponha em claro as dúvidas, mas a mim pareceu-me grande penalidade.


Fonte: Site oficial Paços de Ferreira

Comentários

João Pereira disse…
Tão mas isso é normal. É como a BenficaTV, são parciais para o seu clube, embora não ache que tenha que ser feita referência alguma ao lance do 1º golo, com oeste sendo polémico, pois não o é. Atraso para o guarda-redes com o pé que este agarra, logo livre indirecto. AI temos de admitir que foi realmente uma falha do Rui Patrício.

http://imperiofutebolistico.blogspot.com/
Anónimo disse…
não dêem importância a comentários deste tipo, o Sporting é muito, mas muito maior que isto.
Fonix disse…
recomendo vivamente ao dirigente do paços, umas palas como os burros usam qd puxam a carroça, pois o maior burro e´ akele k nao ker ver.