Um olhar sobre a partida

Depois de uma vitória empolgante frente ao Paços de Ferreira, o Sporting via-se na obrigação de vencer o jogo de hoje, não só pelos objectivos na prova mas principalmente pela necessidade de criação de uma dinâmica de vitórias. Não havia melhor forma de começar o jogo, logo com um golo de Insua de bola parada (!) após excelente assistência de Schaars. No que começava a ser um jogo tranquilo, fruto da clara superioridade leonina, Rui Patricio cometeu o mesmo erro de Sábado, ao agarrar uma bola atrasada por um colega de equipa. O livre foi marcado praticamente no mesmo sitio do jogo anterior, mas desta vez a sorte esteve do lado leonino, encontrando a bola o caminho do poste. Como quem não marca sofre, e depois de uma jogada extraordinária envolvendo Capel, Schaars e Insua, Wolfswinkel voltou a marcar, num golo à ponta-de-lança. Daqui até ao final do jogo, houve oportunidades para ambas as partes, mas a história do jogo não sofre modificações, sendo que o Sporting foi um vencedor justo e acabou por ser a equipa que mais procurou ser feliz.

Sinal +

Rinaudo

Insua

Schaars

Capel

Sinal –

Patricio (por razões óbvias, apesar de ter feito boas defesas)

Rodriguez

Pereirinha

Comentários

Anónimo disse…
Sinal - ao Rodríguez porquê?
Anónimo disse…
Rodriguez (-)??? lol n deves ter visto o mesmo jogo que eu de certeza!!!

LS