Pólo Desportivo Sporting | Odivelas


Em Assembleia-Geral da Câmara de Odivelas ficou aprovada a cedência do complexo desportivo de Porto Pinheiro, localizado em Odivelas, ao Sporting. Uma notícia que me alegra e permite ao Sporting subir mais uns degraus como clube eclético. O novo Polo Desportivo Sporting terá como principais valências dois campos relvados, um sintético e um pavilhão multidesportivo, que serão complementados pela construção de uma pista de atletismo. A principal vantagem deste acordo será juntar num complexo todas as modalidades do clube (apenas o hóquei não será contemplado, infelizmente) e algumas equipas de formação do futebol. Contudo, parece claro que a construção de um novo pavilhão perto de Alvalade não será para breve, pelo que a solução Odivelas ganha ainda maior importância. Espero mais informações acerca do acordo (verbas, que obras são necessárias, etc.), mas no geral considero esta decisão muito acertada.

Já agora, imaginem esta possibilidade: Estádio Alvalade + Academia + Polo Desportivo + Pavilhão Alvalade! Seria incrível!


Comentários

Anónimo disse…
Tal como com Laybad, o esselbê tenta sempre prejudicar o Sporting. Daí a grande satisfação por lhes termos ganhado em Andebol e em futebol lhes termos tirado o Campeonato. Em relação aos partidos contra o Sporting, são exactamente aqueles que votaram contra o Pavilhão em Lisboa! Em Odivelas, contra. CDS, BE,PCP a favor: PS e PSD. em Lisboa: contra: CDS,BE,PCP a favor: PS, Abstenção: PSD. É obrigação de TODO o Sportinguista (seja simpatizante de que partido for) não se esquecerem dos partidos que votaram contra, nas próximas eleições autárquicas!O Sporting está primeiro. Sporting sempre!
CL disse…
@Anónimo

Um dos melhores comentários que já tive no blog. De facto, o slb tem tido uma postura nada proactiva, tem-se limitado a copiar todas as iniciativas do Sporting. O problema é que isto não é só de agora, basta pensar que no ano passado 50 % dos reforços deles (por exemplo Witsel, Artur e Garay) foram ventilados para Alvalade. E onde há fumo, há fogo...

Quanto aos partidos, só tenho uma palavra: interesses.

Obrigado pelo contributo,

SL