Futsal, dedicação e perseverança


Contra as minhas expectativas, o Sporting lutou pelo título até ao último segundo do último jogo. Só uma equipa solidária e com elevado espirito de entreajuda conseguiu tapar alguma das lacunas da equipa, facto que não foi suficiente para alcança o tri. Tivemos uma oportunidade de ouro no Domingo, em casa e com o apoio dos nossos adeptos demos um banho de futsal ao adversário, só os postes impediram uma goleada história e a conquista do campeonato. Hoje o filme foi o mesmo, Sporting pouco concretizador e o adversário a jogar no nosso erro, de onde resultaram praticamente todos os golos. Convém realçar que os árbitros estão cada vez em melhor forma, ou por instantes pensavam que estavam a ver um jogo de andebol.

Um playoff marcado pela superioridade leonina e pela falta de tomates da federação em castigar severamente o adversário, tudo lhe foi permitido: agredir membros da federação, do Sporting, fotógrafos, etc. Não vamos contribuir para um futsal negro e obscuro, exigimos igualdade de critérios. Obrigado a Orlando Duarte pela magnífica época do ano passado e que tudo lhe corra bem. Quando à próxima temporada, em breve falarei das expectativas não só a nível de contratações como de desempenho, apenas acrescento que Zezito, antigo capitão leonino, fará parte do corpo técnico da secção (treinador-adjunto, em principio). 


Comentários