Bettencourt tenta orçamento de 35M




Presidente procura soluções junto da banca para criar projecto vencedor e sólido.




O orçamento do Sporting para a época 2010/2011 deve crescer cerca de dez milhões de euros relativamente a 2009/2010. Pelo menos esse é o desejo de Bettencourt, que já procura soluções junto dos parceiros bancários (recurso ao crédito está em análise) para garantir entre 33 a 35 milhões de euros para investir na nova temporada.



A verba foi estipulada com base nos valores investidos no último ano em que os leões foram campeões (2001/02) e dois terços desse valor (entre 20 a 22 milhões) são para reforçar a equipa em 2010/11.



O presidente do Sporting nunca escondeu a ambição de lutar de igual para igual com os rivais pelo título e dispõe de uma arma secreta este ano. A ligação ao empresário Jorge Mendes, que ajudará a rentabilizar o passe dos jogadores da formação, como Miguel Veloso, João Moutinho e Daniel Carriço. O objectivo é assegurar lucros na ordem dos 50 milhões.



"Quando o Sporting se sagrou pela última vez campeão, gastava o mesmo que o FC Porto e o Benfica. Eles hoje gastam e investem mais, enquanto nós gastamos menos do que em 2002. O nosso orçamento se calhar é caro para ficar em 3.º lugar e muito barato ser campeão", explicou Bettencourt antes da Assembleia Geral ordinária que aprovou o orçamento para 2009/2010 (25 milhões de euros).



Em 2001/02 a direcção de Dias da Cunha gastou 27 milhões de euros na preparação da época, mais 3, 5 milhões em prémios para celebrar o título. A partir daí o clube entrou em contenção: de 28 milhões de orçamento em 2002/03, desceu para 23 em 2003/04. Na temporada de 2004/05, o Sporting só dispôs de 22 milhões e, no ano seguinte, com a banca a exigir cortes radicais, Soares Franco "fez" uma equipa com 17 milhões de euros, para Paulo Bento (2005/06). € Um cenário que melhorou em 2006/07 (20 milhões) e em 2007/08 ( 23, 7 milhões).



Farto do segundo lugar, Soares Franco renegociou o projecto financeiro com recursos a alguns activos da SAD, nomeadamente os passes de João Moutinho e Miguel Veloso, e conseguiu entre 15 a 20 milhões de euros disponíveis só para investir em reforços em 2008/09.



Já ontem, Bettencourt disse confiar num futuro risonho para o clube e não comentou a contratação de Paulo Sérgio: "Aquilo que podemos prometer aos adeptos é trabalho, para tornar o Sporting mais forte e mais sólido, para ter um caminho mais calmo e sustentado."



DN

Comentários

Miguel disse…
olha eu gostava de ser teu colaborador.

Não sou sportinguista,mas é um dos meus clubes preferidos.
sou de confiança,percebo de blogs pois ja tive um(montradofutebol.blogspot.com) e nao tenho facebook nem twiter

manda-me uma resposta para o meu mail:miguel.angelo19@hotmail.com
FM disse…
Em principio aceito já te adicionei no Msn para falarmos melhor