Fundo de Investimento... Sim ou Não? Parte I



O Correio da Manhã escreve na sua edição de hoje que a Sporting SAD pondera a criação de um fundo de jogadores, de modo a “arranjar” verba para atacar o reforço da equipa de futebol principal para a próxima temporada. Neste fundo são colocados os activos do clube com maior valor de mercado, como por exemplo, Miguel Veloso, Izmailov, Moutinho e Rui Patrício e jovens promessas como André Santos. O mercadoLeonino pensa que , se o Sporting conseguir vender algum activo (Miguel Veloso é o mais cotado) penso que a criação deste fundo será desnecessária, mas se não houver nenhum encaixe financeiro considerável, acho que esta medida será a única forma de o Sporting encontrar verba para poder atacar o mercado.
Qual a vossa opinião? Acham que o Sporting deve avançar com a criação deste fundo?

Comentários

antoniolc disse…
Pessoalmente, acho que não. Só como último recurso.
O Benfica campeão e já com receitas antecipadas do fundo teve um prejuízo brutal. Tem agora forçosamente de vender jogadores, por menos do que aquilo que valem para a equipa. Noutros países, como no Brasil, esses fundos não deram bom resultado.
São apenas exemplos. Pessoalmente, creio que o avanço para o fundo só deve ser encarado como um último recurso.