Culpado ou inocente?



Nesta altura de grande constrangimento e preocupação para todos nós, julgo que temos a obrigação de olhar "para dentro", e procurar alguns responsáveis para o actual momento leonino. Gostaria de me debruçar sobre o nosso treinador, Paulo Sérgio.
Falando com base na grandeza histórica do clube verde e branco, e olhando para os resultados alcançados nesta época, parece evidente que o treinador e a sua respectiva equipa técnica, têm muito que explicar aos adeptos de Alvalade. Mas... Será bem assim?
O plantel do Sporting parece sempre "curto" para as ambições que os dirigentes demonstram publicamente. Falta muita qualidade para se lutar por títulos. Existem posições carenciadas, e isso tem sido evidente!
Das duas uma: Ou os dirigentes do Sporting assumem que não se está em condições de lutar por títulos; ou fazem um investimento de acordo com a grandeza do clube. Fazendo uma análise ao discurso que tem sido passado "cá para fora", parece que os nossos dirigentes não têm feito nem uma coisa, nem outra! Recusam assumir que o Sporting não tem condições para ombrear com os mais directos adversários, mas também não fazem investimento no sentido de melhorar a qualidade da sua equipa de futebol principal...
No meio de todas estas lamentáveis situações, está... Paulo Sérgio. Um homem a quem se parece exigir muito, mas a quem se dá muito pouco, para que possa conduzir o clube leonino ao sucesso. Estou a falar, obviamente, da matéria prima com que o alentejano trabalha diariamente, pois ao nível de condições de treino e logística, estamos, seguramente, entre os melhores da europa. E matéria prima, são, os jogadores! Desde o início da época que o ex-pacense, pede jogadores para determinadas posições, e acontecem duas situações... ou eles não chegam, ou chegam tarde. Eu também partilho da opinião de muitos sportinguistas, quando se diz que Paulo Sérgio, não é treinador para o Sporting. É nítido que tem uma fraca leitura de jogo, e que também não consegue tirar o máximo partido de alguns atletas de que dispõe, mas não posso deixar de ver que o técnico não tem as armas que pretende para esta guerra... e ao que se diz, nem pede muito! Mas nem isso os nossos dirigentes lhe conseguiram dar...

Gostaria que os nosso leitores se debruçassem também, sobre este tema, e deixassem a sua opinião. Paulo Sérgio: culpado ou inocente?

Comentários

Anónimo disse…
inocente de ser tao estupidamente incompetente...culpados sao quem o contratou!
Bruno disse…
Boas,

Concordo que o Paulo Sérgio pode não ser treinador para o Sporting pois vê-se que falta-lhe capacidades em certas situações, no entanto, acho que no geral é inocente. Como é que se pode pedir a um treinador para ser campeão quando não lhe dão jogadores com capacidade para o conseguirem? Ele não exige muito, apenas alguma coisa para poder tapar alguns buracos dos muitos que a equipa tem e nem isso lhe dão. Ou o que dão provoca mais buracos.

Não digo que o Paulo Sérgio não tenha culpa porque também tem culpa no momento do Sporting mas mesmo que fosse melhor treinador não iria conseguir ser campeão com a equipa que lhe oferecem.

Abraco
É o primeiro culpado! E o facto de não apresentar a demissão, ao contrário do que fez Bettencourt, revela que, depois de vários meses, não sente o que é ser treinador do Sporting. Isso já só lhe fica mal!
Anónimo disse…
Culpado
Domingos Paciência é que deve ser treinador do grande sporting
Anónimo disse…
Porra, mas o cabrão não tem matéria prima suficiente para conquistar nem que fosse um ridículo ponto ao Paços de Ferreira?

Não tem matéria prima para apresentar m futebol minimamente atractico e coerente?

Repara que ng lhe pede o título, apenas que a equipa que treina apresente um futebol consetâneo com o clube que representa. E isso está a léguas de acontecer. Vamos em janeiro, se não consegiu seqer estabilizar o modelo de jogo e um onze (lesões à parte), então o que raio é que este incompetente anda por lá a fazer?

Mas concordo qd se afirma que culpado é quem contrata treinadores desta estirpe para treinar um clube da dimensão do SCP
Miguel S. disse…
Obrigado pelos vossos comentários! a ideia aqui é debater os nossos problemas e encontrar soluções. agradeço o tempo que dispensam a ler as minhas crónicas ,em particular, e todas as crónicas do ML, em geral! saudações leoninas. Miguel S.
Domingos Paciência?
Quando estava no Tenerife, teve uma proposta do Sporting. Fazia cá falta, era um avançado que marcava alguns golos. Mas não aceitou vir. Preferiu regressar ao Porto, ao seu Porto, onde não era sequer opção!
Mais tripeiros não!
Vão buscar um estrangeiro!
Anónimo disse…
o sporting precisa é de reforços mas bons reforços nao flop´s como se tem visto ate hoje ou seja um central um bom extremo esquerdo, (salomao ainda é muito novo mas para la caminha) e um ponta d lança matador nao importa ser pinheiro basta ser matador....funi moris, .. era o ideal é muito caro mas num futuro podia compensar o investimento, e axo tambem que deviam olhar mais para as camadas jovens.
outro factor que defendo era a limpeza rua com yanik´s, maniche, saleiro grimi,NAC, izma. so assim e contartar bons jogadores da liga portuguesa para estas posiçoes.
Miguel S. disse…
caro utilizador, Funes Mori parece muito longe das nossas possibilidades! o atacante argentino nem é sequer um valor seguro, apesar de parecer bastante talentoso, pelo que se tem visto. o valor do avançado está inflacionado, e isso mesmo interessa a quem conduz as negociações...neste caso, o seu empresário. segundo a minha avaliação, e, sem ser um expert na matéria, julgo que ele nao valerá mais do que 5,5 ou 6 milhoes de euros...no entanto, também partilho da opiniao de que se trata de um avançadp de futuro. cumprimentos e obrigado pelo seu comentário!
Anónimo disse…
Metam o Pongolle na anilha que é o que merecem os que o contrataram!!! Liedson até ao fim e um companheiro jovem e com valor para com este aprender a arte de penetrar as balizas...