Dia 14 de Agosto

Imagem via Facebook

Faço agora a minha análise do jogo de sábado, já mais calmo e com a razão a superiorizar-se à emoção. Se estou triste? Sim, quem não está? Se acho que é motivo para alarme? Sim, isso mesmo, ALARME, de forma a poder resolver os problemas evidenciados.

Das várias crónicas sobre o jogo, retirei três factos que, dependendo da crónica, foram realçados:

- Foi um jogo fora do normal, os jogadores não conseguiram, foi mesmo um dia não.

- Não jogam nada! Nem o Domingos consegue resolver. Estamos perdidos.

- Que merdas ali andam! Baza Domingos! Baza Godinho!

Eu enquadro-me na primeira opção. É verdade que tivemos uma exibição ao nível de um clube que luta pela manutenção, mas quem não tem dias maus? O apoio dos adeptos (!!!) foi brutal, podendo até ter causado um certo nervosismo nos atletas. É justificação? Não. Atletas deste nível têm de ter capacidade psicológica para aguentar estas cargas. Mas foi de facto um jogo anormal. Bastou-me ver um lance em que Rinaudo falha um passe, recupera, dá a bola a Schaars e este volta a perder. Não é normal isto acontecer com os jogadores em causa. Algo de muito transcendente se passou em Alvalade, algo que nem o próprio Domingos foi capaz de entender. Espero que este jogo não afecte a confiança dos jogadores, porque temos realmente um grupo fantástico, com capacidade para ir muito longe, nacional e internacionalmente. Se temos um plantel perfeito? Não, ainda Sábado ficaram evidenciadas fragilidades a nível defensivo e ofensivo, mas deixo isto para uma próxima.

Por mim este jogo não é um caso enterrado, porque vai servir para corrigir vários erros. Mas não volto a falar dele. Dirijo-me agora aos adeptos. Eu, sócio do Sporting, não me pude deslocar a Alvalade no sábado, mas no jogo frente à Olhanense, contem lá comigo. Além disso, espero que os 50 mil que Sábado lá estiveram voltem a marcar presença. Se não o fizerem, digo-o sem pudores (e até posso perder visitantes, mas não me interessa) são burros! Foi um jogo amigável apenas, não contou para nada. Sou sincero, tenho as expectativas renovadas, mas daí até cantar “Campeões, Campeões, nós somos Campeões” antes de um jogo de apresentação é inadmissível. Que esta descida à Terra tenha servido para refrescar as ideias, e que, dia 14, voltemos a encher Alvalade, e aí sim, começar a ajudar a equipa a amealhar pontos para depois em Maio pudermos entoar o tão desejado cântico.

Entretanto, Godinho escreveu aos sportinguistas uma mensagem de conforto (assim o entendi). Muito bem Sr. Presidente. Há que dar a cara nestes momentos, e criar condições para que no inicio do campeonato uma derrota na pré-temporada não assombre as ambições de uma equipa pretendente ao título.

Há, enquanto visitava a blogosfera leonina, deparei-me com este artigo do excelente blog Bancada de Leão. Palavras para quê? Já estão a tentar furar a onda leonina na pré-época. Se vão ser capazes, só nos o podemos dizer. VAMOS SPORTING!

PS: E já que estamos numa de recordar velhas glórias, que tal relembrar este jogo? Perdemos e fomos eliminados da UEFA, mas em Maio quem festejou o título de campeão nacional? NÃO SEJAMOS PARVOS SPORTINGUISTAS!

Comentários

JoaoDF disse…
gostei do que escreveu e estou de acordo consigo e dia 14 la estarei para apoiar o grande SPORTING, como estive no sábado.

Mas uma pergunta onde ouviu alguém gritar “Campeões, Campeões, nós somos Campeões”, como já disse estive lá e o que se cantou foi “Nós só queremos o Domingos campeão,o Domingos campeão.....” quando este entrou no relvado, gostava que me esclarecesse.

SL
Vasco99 disse…
se correse tudo bem era dificil de ver os erros e mais vale ser agora do que no meio do campeonato
CL_Sporting disse…
Amigo JoaoDF,

em alguns vídeos que vi na internet, dá para ouvir claramente que o speaker entoou esse cântico. Contudo, não foi devidamente acompanhado pelos adeptos, razão pela qual nem deu conta disso.

Abraço, SL
joão kiko disse…
Tou contigo! Sábado lá estarei!