Não há como ter na selecção aqueles que aprendem a jogar no Sporting


Primeiro, hoje foi dia de bola; segundo, não devia ser sido dia de bola, ou quanto muito seria dia de termos um jogo amigável da selecção, mas a verdade é que chegamos ao ponto de ter que decidir uma qualificação num jogo só.

Segundo, tivemos uma grande vitória contra um adversário que mostrou que era bem mais fraco que nós, com uma boa exibição e não fosse a mão do árbitro (se calhar era mais importante a do jogador) tínhamos acabado com um resultado ainda mais dilatado.

Não posso deixar de nesta altura, chover no molhado, e mencionar um facto que me deixa e penso que a todos nós Sportinguistas orgulhosos, ver uma selecção cheia de jogadores por nós formados (Ronaldo, Nani, Quaresma, Miguel Veloso, Carlos Martins e ainda o outro) mais dois jogadores do actual plantel (Patrício e João Pereira) a mostrarem a sua importância nesta equipa.

Pena foi muitas vezes que eles tenham “explodido” já fora de Alvalade, acabando por sair sem a compensação devida ou pelo menos desejável. Ora a melhor maneira de o conseguir fazer é ganhar, daí a importância que este novo ciclo que está a iniciar tem. Uma equipa que ganha valoriza os jogadores, e se é verdade que actualmente dada a força da equipa os jogadores da Academia terão mais dificuldade em jogar, por outro lado não obriga a uma utilização precipitada, levando os jogadores por vezes a cometer erros frutos de uma pressão mental e física a que não estão habituados ou no caso de correr bem chamar a atenção demasiado cedo e isso levar o mercado a mexer (pressão de empresários principalmente), resultando daí uma mais-valia inferior à possível e evidentes perdas a nível competitivo, no final acabamos por ser o clube que menos ganha com os jogadores que forma.

Agrada-me a aposta em jogadores jovens de outros países, apesar de ultimamente nenhum desses negócios com jovens promessas ter corrido bem. Agora temos o exemplo Carrillo, felizmente correu muito bem, entrou fruto dos azares das lesões dos outros e está a mostrar-se, podemos vir a ter jogador, mas o facto de estarmos a ganhar também lhe permite arriscar e cometer erros que noutras alturas lhe custariam assobios, vamos ver o desenvolvimento da época para ter a certeza se temos jogador ou temos um senhor jogador, o mesmo ideia tenho sobre o Arias, Rubio e A. Martins, mas no caso deles parece-me que terão menos oportunidades de se mostrar.

Podemos dizer que o dia correu bem, estamos no Euro2012 e o Sporting teve uma enorme importância nesse facto.

Agora é começar a contar os dias para o jogo de domingo. Força Sporting!!

Comentários