O Estranho Caso de Yannick Djaló

Conhecem o filme “O Estranho caso de Benjamin Button”? Para quem não sabe, o filme relata a história de um homem que nasce com oitenta anos e regride na sua idade: um homem, como qualquer um de nós, que é incapaz de parar o tempo, que tem grandes momentos de felicidade e outros de extrema tristeza. Mas o que é que isto tem a haver com o Yannick?


Quando da sua passagem pelo Sporting, Boloni apostou em vários jogadores da cantera leonina, dentro os quais Ronaldo, Hugo Viana e Quaresma. Porém, uma das histórias mais emblemáticas dessa altura foi quando o treinador romeno apostou uma grande de Coca-Cola com um jovem de 16 anos, afirmando que se este marcasse um golo lhe pagava a dita grade. Ora assim foi, o jovem Yannick marcou (até mais que um golo, penso eu) e recebeu o seu prémio. Estava assim em perspectiva mais um diamante produzido em Alvalade. Durante os dois anos seguintes, foi campeão de juniores pelo Sporting, e, no seu primeiro ano de sénior, foi emprestado à Casa Pia. Contudo, decorrido mais um ano, Paulo Bento decidiu integrar o jovem português no plantel principal, numa altura em que a aposta na prata da casa era fundamental face à escassez de dinheiro. Os primeiros tempos prometeram muito, com dois golos ao Benfica e um punhado de boas exibições.

Estávamos em 2006 e Yannick já era um dos jogadores mais cobiçados do plantel leonino. Em quase todas as épocas de transferências era dado como reforço de algum clube inglês. Até 2011, ano em que saiu do Sporting, apenas se sabe de uma proposta concreta do Vilarreal, a rondar os 15 milhões (!). O ano de 2011 marcou assim o final de ciclo de Yannick em Alvalade, numa atmosfera que ele próprio construi face à sua irregularidade exibicional, tais não foram as vezes que levou Alvalade ao desespero. Tudo bem que não era (e não sou) admirador das características do extremo, mas ver um jogador formado na nossa academia a passar por uma situação tão difícil é muito triste. Espero que em Janeiro consiga encontrar a melhor solução para o regresso ao futebol, que não será em Portugal com toda a certeza.

“O estranho caso de Yannick Djaló” relata assim a história de um rapaz que no inicio da carreira prometeu muito, fez chorar de alegria e tristeza a nação leonina mas sem nunca faltar ao respeito ao clube que o formou. A uma dada altura, o jogador vê-se envolvido num caso de tribunais, que o deixou sem clube e em clara regressão na carreira. Se será este o fim do filme só o futuro o dirá, mas quem sabe se não teremos brevemente o lançamento do “Regresso de Yannick Djaló”...

Comentários

Anónimo disse…
so quero saber se o SPORTING sempre recebeu alguma coisa pelo djalo?
CL disse…
falou-se em quatro milhões, mas nada oficial
A mim também me deixa triste esta situação.
O sporting poderá ter uma parte da culpa, mas ele tem de saber que se devia ter apressado a negociar.

Espero que corra tudo bem e que este jogador mostre o que sabe.

Mas primeiro um treino de passe/recepção/remate não lhe ficava mal.
Ribeiro_SCP disse…
Boas...Eu acabei de criar um blog leonino chamado Geração Sporting e portanto para ter mais visibilidade na blogosfera leonina gostava que me adicionasses à tua lista de blogs assim como eu já o fiz como vosso blog. O endereço é http://geracaosporting.blogspot.com/....Era de todo importante para nós...Obrigado SL
Tiagomfc disse…
Desejo-lhe o melhor, mas acima de tudo desejo que o Sporting receba uma verba por ele e penso que neste momento isso é muito importante, pois o dinheiro faz nos muita falta e não podemos correr o risco de ainda ir parar a um rival e nós ficarmos de mãos a abanar.

SL
É com muito bom grado que comunico que o blog ZonaDesportiva está de novo no activo.

Visite-nos !

Cumprimentos de http://www.zonadesportiva.blogspot.com/
Anónimo disse…
Peço licença para trazer a colação um assunto pouco debatido nos blogues Sporting: a coca-cola deixou de patrocinar a formação do Sporting Clube de Portugal, por sinal a melhor do mundo, a única que formou dois FIFA World Player (Figo e Cristiano Ronaldo) e continuou a patrocinar a formação do benfica e porto. Ṕarece-me totalmente desrespeitoso para com o Sporting e como tal deixámos (eu e família) de consumir coca-cola, assim como produtos associados Fanta,Nestea etc. Assim como fiz com a sagres e agua do luso quando decidiram só apoiar o benfica. Quem não se sente não é filho de boa gente! Só tomando posições fortes seremos respeitados. O negócio do futebol não é para moles nem fracos!Quem se faz respeitar sobrevive doutra forma morre. E o Sporting é o nosso grande amor...Saudações Leoninas.