Um olhar sobre a partida

No ano repleto de mudanças no interior do clube, o Sporting realizou ontem o último jogo do ano civil de 2011. Disputava-se o acesso à meia-final da Taça de Portugal, e, tendo em conta que o adversário tinha eliminado um dos favoritos da competição, o Sporting entrou em campo algo expectante e com medo de falhar, privilegiando o jogo directo em detrimento de construção de jogo. Os primeiros 25 minutos foram muito tácticos, com as duas equipas a esporem-se pouca ou nada ao erro e a conceder poucos espaços ao adversário. A primeira oportunidade flagrante surgiu por Wolfswinkel, que não conseguiu desviar do guarda-redes num lance em que já rematou em esforço. Na recarga, André Martins mandou à barra. Na segunda parte, o Sporting foi claramente superior, com o primeiro golo (que golo!) a surgir por Carrillo, depois de uma grande assistência de Capel. Nos minutos seguintes foram assinaladas duas grandes penalidades a favor do Sporting, numa delas resultou em expulsão. Wolfswinkel bateu as duas, mas só conseguiu acertar nas redes à segunda tentativa. O jogo estava aberto, e o Sporting estava muito perto do terceiro. Por volta do minuto 85, Wolfswinkel assistiu Insua para um remate que, após defesa incompleta de Ricardo, o argentino colocou facilmente a bola dentro da baliza. Em suma, uma partida que o Sporting tornou fácil, que mantém o sonho da presença no Jamor.


Sinal +


MVP: Carrillo_ teve alguns momentos de desconcentração, e é neste aspecto que tem de trabalhar. Tem a tendência para jogar para o espectáculo, e, apesar de quando corre bem todos gostarmos, quando corre mal é normal que os adeptos não gostem. Contudo, ontem marcou o seu primeiro golo de leão ao peito, ainda arrancou um penalty e esteve bastante activo no corredor direito. Um Nani em potência, não só pelas qualidades futebolísticas, mas principalmente pela relação com os adeptos, pois tal como aconteceu com o actual jogador do United, o peruano ontem foi assobiado por lance em que podia ter feito mais.

Patrício_ está feito um senhor guarda-redes. Grande parte do jogo foi espectador, mas quando foi chamado a intervir resolveu exemplarmente os problemas. Para mim é fundamental a sua renovação de contrato e aumento da sua cláusula de rescisão para 25 milhões. Vai de certeza ser titular no Europeu, e com isso vai ganhar maior notoriedade e valorização, algo que o Sporting tem de ter em conta por só ter mais uma época e meia de contrato.

André Santos_ se já o critiquei, hoje tenho de lhe dar os parabéns. A partir da sua entrada, o Sporting ganhou outra alma na construção de jogo, as saídas começaram a ser mais rápidas e mais eficazes, com as linhas de passe a duplicarem. A continuar assim, a titularidade espera-te.

Wolfswinkel_ notou-se que estava ansioso por voltar aos golos, e quando falhou a primeira grande penalidade foi o desalento geral. Felizmente, teve uma segunda oportunidade, e, corajosamente, marcou para o mesmo lado e foi feliz. Que as férias lhe sirvam para reflectir e pensar que a ansiedade é inimiga dos que “trabalham”

Schaars_ que grande pormenor!


Sinal –


Pedro Martins_ já jogou contra todos os grandes e só ontem se queixou da arbitragem. Eu não acredito em coincidências.



Comentários

KYLE disse…
por acaso foi nojento da parte do pedro martins..foi expulso um do maritimo no jogo contra o porto e ele nada referiu sobre essa expulsao, antes esteve a dar graxa q perderam bem e tal..fdp!! agora veio tocar varias vezes na mesma tecla durante a entrevista logo apos o jogo..fdp mesmo!!!!