Gelson Fernandes, negócio de ocasião


Ainda não cheguei à análise do meio-campo defensivo, mas parece claro que o sector que sofrerá à partida menos modificações será o meio-campo. A lesão de Rinaudo na temporada transata fez soar o alarme quanto à inexistência de um substituto direto. Passaram por lá Elias, André Santos, Schaars e Carriço e a verdade é que só com a chegada de Sá Pinto começou a existir maior regularidade: em jogos de estratégia mais conservadora jogava Carriço (Liga Europa), quando era necessário assumir as despesas do jogo jogava Elias.

Nos últimos dias surgiram rumores que Gelson Fernandes podia estar a caminho do Sporting, algo que já deixou de ser apenas um rumor: o próprio atleta já confirmou o interesse do clube leonino, assumindo que “o Sporting é uma grande oportunidade, espero que as negociações sejam concluídas em breve”. Trata-se de um jogador forte fisicamente e de clara tendência defensiva (é notória a diferença de rendimento quando avança em campo), essencialmente posicional. Seria um bom acrescento ao plantel se o negócio não envolver grandes custos (se for demasiado caro, existem alternativas também caras mas de maior qualidade – Yacob). Visto que o atleta não é opção do seu clube e está no último ano de contrato, se se confirmar os 500 mil euros como pressuposto de negociação será uma boa oportunidade de mercado.

Comentários

Guilherme disse…
gostava de escrever para este blogue. Se estiverem de acordo enviem me um mail.
CL disse…
Deixa aqui o teu email
Anónimo disse…
Acompanho o seu/vosso blog diariamente sempre que posso, pois bem gostaria que tambem o fize-se com o meu adicionando o meu blog ao seu blogroll.
Agradecia retribuindo o gesto.
Obrigado, Sporting24horas
Link: http://24sporting.blogspot.pt/
andre disse…
andrecordeiro05@gmail.com, mas se puderes contacta-me para andrecosta_111@hotmail.com pois estou la mais vezes.

Nota: Aquele Guilherme que respondeu é um amigo meu e eu comentei no pc dele, por isso nao leves esse nome em consideração.
Anónimo disse…
Boa oportunidade de negócio, mas por favor, não metam o Adrien Silva ao barulho.