Juventude é Esperança !

O Sporting atravessa uma fase de renovação, não só a nível do futebol mas também a nível estrutural. Esta temporada foi realizada um investimento a rondar os 40 milhões de euros, valor demasiado elevado tendo em conta a realidade em que Portugal se encontra. Contudo, era preciso mudança. Esta tende em aumentar a cada dia, trazendo com isso um Sporting cada vez mais temido não só a nível nacional mas também internacional.

A média de idades dos 14 jogadores que jogaram durante a partida de ontem foi de 23,4 anos. Motivo de satisfação? Sim. Esperar resultados imediatos? Não. Carlos Freitas este Verão teve uma abordagem bem regrada, estuda e pensada em relação ao mercado. Foram comprados jogadores para entrar de caras na equipa, jogadores suplentes com qualidade para titulares e jovens com perspectiva de crescimento a médio longo prazo. Neste último “pacote” chegaram Arias, Turan, Carrillo e Rubio. A estes quatro acrescento Ilori e André Martins. Entretanto Turan já foi emprestado (não tem tido muitas oportunidades), sendo que todos os outros jogadores mencionados já tiveram minutos na equipa principal (muitos deles a titulares).

De todos os nomes mencionados anteriormente, só fique decepcionado com Ilori (embora lhe reconheça grande margem de progressão). Arias entrou muito bem e promete dar que falar. Carrillo tem dado show pelos relvados portugueses e europeus. Rubio quase que se assumiu como referência atacante no inicio da temporada, mas só um Wolfswinkel em grande lhe retirou o lugar. André Martins jogou poucos minutos, cumpriu mas é um dos jogadores que vale a aposta em jogador revelação da época.

Serão estes jogadores, e outros provenientes da formação, que nos próximos tempos serão figuras do futebol do Sporting. A partir do momento que se tem uma equipa base (neste momento só falta centrais de confiança), é possível apostar em jovens e proporcionar-lhes um crescimento sustentado e gradual. Seria interessante podermos viajar no tempo e avançar cinco anos, para saber do paradeiro destes jovens. Como isso é impossível, resta-nos esperar que cresçam em Alvalade, e que isso seja sinónimo de títulos individuais e colectivos.

PS: O plantel do Sporting é capaz de ser dos mais jovens da liga. Rui Patricio, Carriço, Insua, Capel, Jeffren e André Santos são jogadores com idades inferiores a 24 anos. Temos material, resta saber se há que chegue para construir uma casa. Além destes ainda temos Nuno Reis, Pedro Mendes, Golas, Cedric, Renato Neto, Wilson Eduardo, Adrien, etc, todos jogadores que me dava gozo que fizessem carreira em Alvalade.

Comentários